Mobil

[Automobile][threecolumns]

Motor

[Automobile][list]

Kapal

[Automobile][threecolumns]

Pesawat

[Automobile][list]

Kereta

[Automobile][twocolumns]

Mesin

[Automobile][bleft]

Robot

[Automobile][list]

Sunday, March 24, 2019

Super Amigos - Descansem em Paz

Silahkan membaca berita terbaru tentang otomotif berjudul Super Amigos - Descansem em Paz di website Batlax Auto.
Ah, nada como voltar aqui com mais um dos episódios dos heróis mais bizarros dos sábados de desenhos animados, os Super Amigos. Tenho que voltar a fazer mais dessas sátiras de desenhos, que são relativamente mais fáceis do que os filmes, e nesse caso o terreno é muito fértil para as piadas. E dessa vez vamos ver aqui outro desenho deles que é relativamente longo, com o episódio de nome bem sugestivo de Descansem em Paz.


A imagem de título já mostra que esse capítulo de hoje é de uma série diferente dos Super Amigos. Aqui, em vez de enfrentar vilões toscos inventados ou ajudar adolescentes fazendo merda pelos cantos, temos a Liga da Justiça enfrentando sua contra-parte, a Legião do Mal, que une diversos bandidos de maior renome, como o Charada, Bizarro, Brainiac e outros, liderados pelo cabeça-de-ovo do Lex Luthor. Promete ter um pouco mais de ação, mas vamos ver se consigo matar tudo em um post somente.

E a historinha de hoje começa em um lugar bem agradável, no cemitério de Metropolis...


Encontramos todos os Super Amigos num clima meio deprê, com a Mulher Maravilha não acreditando que ele tinha morrido. O Chefe Apache está lá atrás, ainda tentando entender esse ritual que os homens brancos chamam de funeral. Na tribo dele, a essa altura o defunto já tinha sido dado de comida pros coiotes.


Quem não está se aguentando é o Robin, chorando que nem a criança que ele é. Peraí... se o Menino Prodígio está em prantos assim, quer dizer então que...


Puta merda! O Batman morreu? E quem foi que botou aquelas florzinhas gays no túmulo dele?


Um pouco depois, os Super Amigos estão na Bat Caverna, que aparentemente ficou de herança pra eles, onde estão assistindo a fita do enterro do Homem Morcego. Por mais que essa possa ser uma idéia ridícula, onde já se viu filmar o enterro de alguém?


Os heróis estão lamentando o ocorrido, embora admitam que tiveram a sorte de escaparem vivos. O Homem Gavião diz que tendo morrido só o Batman era lucro. Pelo menos ele tinha grana pra ter uma lápide grande da pôrra que custava mais que a gaiola dele.


O Super-Homem decide consultar o Bat Computador, pra rever aquela que segundo ele havia sido a maior mancada que os Super Amigos haviam cometido. Isso mesmo, mancada. E então ele toca o replay de uma gravação de dias atrás, mostrando a Sala de Justiça...


... e do lado um poço de petróleo que havia sido escavado logo do lado dela. Mancada número um, pois como ninguém suspeitou de uma construção imensa dessa, que ainda por cima estava querendo extrair petróleo no meio de uma cidade?


Lá, os operários estavam usando uma mega-broca pra escavar um buraco no chão. Se foi comprada na administração do Sérgio Cabral, essa merda deve ter custado o triplo.


O sujeito lá do fundo diz que a perfuração está quase completa, depois de meses escavando nenhum dos Super Amigos havia percebido que tinha alguém cavando um buraco ali do lado da base deles. E quem é esperto já percebeu que todos os caras estão mascarados. Pois as máscaras são mal-feitas pra burro, parecem terem sido compradas numa loja de quinta categoria.


E aquele cara na verdade era Lex Luthor... embora na minha opinião a cara dele não está nem um pouco diferente da máscara que ele estava usando. Só mostra que os Super Amigos são muito desligados mesmo pra não terem percebido seu arqui-inimigo tão perto.


Esse sim precisava de uma máscara, com essa cara de assombração. Pra quem não conhece, esse puto é Solomon Grundy. Confesso que eu nem fazia idéia de quem ele era, mas talvez pelo fato de eu nunca ter me animado muito com os heróis da DC.


Luthor explica seu plano. A escavação estava mirando uma câmara secreta onde o Super-Homem havia escondido um elemento chamado Noxium, que era extremamente mortal. Bom, não deve ser uma câmara tão secreta assim, pra todo mundo saber que ela existe...


Essa merda de Noxium era porreta, dotado de uma radiação incrível e que seria capaz de matar todos os Super Amigos. E por isso Lex Luthor queria pegar essa pedra, pois ele estava de saco cheio daqueles babacas de capa ficarem estragando seus planos todas as semanas.


Se prepara que hoje temos que apresentar um porrão de vilões, todos eles usando essas máscaras de borracha compradas na Urú. Esse aí é Sinestro (sim, com "e"), que é o vilão das histórias do Lanterna Verde, embora pareça mais o Madrake depois da pneumonia. Considerando como o verdinho é um merda, esse bandido deve ser pior ainda. Enfim, ele estava ali pra avisar a Lex Luthor que a broca havia atingido a câmara secreta.


Os três pegam uma navezinha de brinquedo pra descer pelo buraco, escavado com a perfeição que você não espera de uma broca de extração de petróleo.


Me lembrou de um desenho...


Quem não lembra dos Tiny Toons? E dos desenhos do Plucky bebê, jogando as coisas na privada? Bom, acho que só eu lembro. Continuando.

Com extrema facilidade, os três patetas encontram a tal câmara secreta, que nada mais é do que uma caverna. E no canto, enterrada debaixo de algumas pedras, estava a caixa com o Noxium. Ou a coleção de fotos da Mulher Maravilha pelada que o Super-Homem havia escondido.


Lex Luthor é cheio das engenhocas, que geralmente não funcionam bem. Como esperado, a pistolinha de raios que ele usa pra abrir a caixa não faz nem cosquinha. Perceba também como que Sinestro e Solomon Grundy estão congelados, fruto da animação tosca dos anos 70.


Sinestro diz que a caixa deve ser feita de um aço kriptoniano que só o Super-Homem conseguiria abrir. Um típico conhecimento que apenas um vilão que fez a coleção de rochas e pedras preciosas que vendiam nas bancas saberia. Luthor então diz que eles terão que enganar o Super-Homem pra que ele abra a caixa.


Enquanto isso, na Sala de Justiça (e ainda estamos no flashback)...


Eu sei que é flashback porque o Batman ainda está vivo aqui. Os Super Amigos estavam se preparando pra irem pescar, quando percebem pela televisão que a nave da Legião do Mal tava tacando o terror em Metropolis.


Faço duas perguntas: primeiro, sabendo que os vilões têm uma nave dessas, por que os imbecis dos Super Amigos não tinham nenhum sistema de defesa anti-aérea pra derrubar essa joça quando se aproximasse? E segundo, por que fizeram uma nave igualzinha ao capacete do Darth Vader?


Ferindo todas as noções básicas de arquitetura e engenharia, a nave da Legião do Mal ataca com seus tentáculos, abrindo o teto da Sala de Justiça como se fosse uma latinha de sardinha.


O Lanterna Verde diz que ele não é sardinha nem atum pra ficar ali de bobeira, e que é hora de dar uma lição aos bandidos. Os demais heróis caem na gargalhada, pois ninguém acredita que o Lanterna Verde tenha competência pra enfrentar um chihuahua.


Não falei? Esse aí é pior que o Aquaman. Dois segundos e já tinha se dado mal.


Só que ele tem super poderes mais poderosos que o Príncipe de Atlântida, com seu anel que emite raios verdes e com o qual ele consegue criar o que quiser.


Como uma ratoeira gigante... Bom, eu não disse que as coisas que ele consegue criar são úteis, a não ser que ele tenha visto uma ratazana mutante como o Mestre Splinter atravessando a rua. Agora, não vai ajudar muito uma ratoeira sem um pedaço de queijo, né?


A sorte é que os bandidos são mais burros ainda, e conseguem a proeza de pisar com um dos tentáculos de sua nave Sith bem em cima da ratoeira, caindo que nem patinho. Ou seria que nem ratinho?


O Super-Homem desiste de ficar esperando. O Lanterna Verde não ia fazer nada mais de útil com aqueles planos do Tom & Jerry, e estava na hora dele salvar o dia mais uma vez, pra bancar o bonzão.


Como os capangas são meio idiotas e deixaram uma janela aberta, o filho de Krypton havia conseguido entrar de boa, cercando alguns dos bandidos, que incluem o Espantalho, um dos bizarros inimigos do Batman, o Gafanhoto, que saía na porrada com o Aquaman (e provavelmente ganhava, e cujo nome de verdade era Arraia Negra) e a Cheetah, que enfrentava a Mulher Maravilha quando não estava trabalhando na zona.


Além do careca do Luthor, segurando uma caixa que parece ser outra de suas armas secretas que não funciona, o desintegrador molecular. Made in Paraguai.


Sim, aposto que você já imaginava que o Super-Homem ia ficar parado, com as mãos na cintura como se estivesse posando para uma propaganda da Zorba, e ia rebater os raios com o peito. Como acontece em todos os desenhos.


Sem se mexer, ele diz que sua visão de raio X ia desintegrar o "desintregrador" de Luthor.


Não errei não, é assim mesmo que ele fala na versão traduzida. Convenhamos, era mesmo um bom trava-línguas.

Ah, agora entendi. Na verdade aquilo era uma treta que o Luthor tinha aprontado. Não era um "desintregrador", mas sim aquela caixa que tinha o Noxium que ninguém conseguia abrir. O Super Bobo havia caído direitinho.


Pois é, Super-Homem. Graças a sua super-ingenuidade a Liga da Justiça tá com os dias contados.


Se dando conta da cagada que tinha feito, o Homem de Aço se manda pelo buraco, enquanto os vilões o xingam de arregão e bunda-frouxa.


Pois é... esse era o flashback daquele dia fatídico. Robin exclama um "Santa Abobrinha" ao ver o close do Gafanhoto dizendo que o Aquaman era uma bichona. E realmente fico me perguntando por que diabos traduziram o nome do vilão como "Gafanhoto" em vez de Arraia Negra. Não tem nada a ver. Tudo bem que ele parece um inseto, mas em se tratando de um vilão do Aquaman era esperado que tivesse algo a ver com uma criatura marinha.


O Super-Homem explica que não tinha muito o que fazer. Pois o Noxium era um super composto que tinha Kryptonita para acabar com ele, radiação amarela pra detonar com o Lanterna Verde, vírus da gripe pra extinguir com o Chefe Apache e sua tribo e testosterona pra liquidar com o Robin. Não tinha como vencer aquilo.


Os Super Amigos parecem que não têm muito o que fazer em uma situação dessas. E aí toma mais uma tomada de flashback, dessa vez com o Bat-Sinal.


O chamado havia sido feito pelo comissário Gordon. Vendo que o sinal não tinha ajudado, ele discou para o 0800-BAT pra chamar o Batman, pois a Legião do Mal estava lá no distrito e ia pendurá-lo pela cueca num mastro de bandeira se o Homem Morcego não aparecesse.


Mesmo sabendo que is bandidos tinham o Noxium, o Batman estava pouco se fudendo. Pois ele era o Batman, o fodão. Aquela pedrinha muquirana podia fazer o Super-Homem borrar nas calças, mas ele não tinha medo daquela merda.


Acontece que ele não esperava cruzar com um carro Hotwheels com uma interrogação. Quem seria?


Era o Charada, outro dos clássicos vilões do Batman. E ele não ia perder a chance de mandar uma piadinha para seu arqui-rival, perguntando pro morcegão que time é teu?


O Batman responde que bateu na trave e entrou no seu, e que essa charada era mais velha que o pinico de D. João VI. E por conta disso o Charada ia levar um monte de porradas com aquelas onomatopéias da série da década de 60.


Começa então a perseguição pelas ruas de Gotham. A sorte é que convenientemente não tem ninguém na rua nesse horário, pois os moradores não querem correr o risco de esbarrar com gente bizarra de roupa justa como os bandidos do Batman.


Depois do Charada virar numa curva, do nada aparece um caminhão da Comlurb pra bloquear o Bat-Móvel.


O Batman se borra nas cuecas, pois seu bólido não tem airbag e o seguro tá vencido. E diz que ele tem uma fração de segundo para fazer alguma coisa pra se desviar do caminhão.


Rapidamente, mas levando mais que uma fração de segundo, ele acessa uma das muitas alavancas no seu painel pra acionar os foguetes de elevação. Era um apetrecho que ele tinha inventado pra passar pelos engarrafamentos na Marginal, mas deveria servir.


E lá vai o Bat-Móvel voando que nem um foguete. Essa é a hora do Speed Racer aparecer com um advogado e acusar o Homem-Morcego de estar copiando seu patenteado Mach 5.


Logo ali na frente o Charada está esperando o Batman, na frente de um cinema pornô. Afinal de contas, com um nome como "Bijou" deve ser um estabelecimento que passa filmes como "Suruba no Acampamento de Escoteiros" ou a coletânea da Cicciolina.


Puto da vida pelo Charada ter estragado a sua noite e pensando nos amortecedores novos que ele vai ter que comprar pro seu Bat-Móvel, o Batman diz que é o fim da linha, sacando a sua Bat-Linha pra laçar o vilão que nem um bezerro no rodeio.


Só que o Charada fica puto com o trocadalho do carilho do Homem Morcego, e responde com mais uma de suas charadas, perguntando o que é que tem orelhas pontudas e fede que nem um presunto, sacando o Noxium fuderoso.


O Batman não tem chance, sendo atingido pelo raio da pedra misteriosa e caindo duro no chão. E fico me perguntando por que o Charada precisava usar esse Noxium pra acabar com o Homem-Morcego. Bastava sacar um trezoitão que faria a mesma coisa.


Um casal que havia acabado de sair do "Bijou", onde estavam assistindo a estréia do filme "As Aventuras Eróticas do Hércules", se desespera ao ver o defensor de Gotham City morto na calçada. E a garota aproveita o momento pra dizer pro namorado que ela tinha esquecido de tomar a pílula, e que daqui a nove meses ia aparecer com uma surpresinha.


Voltamos à Bat-Caverna, onde os Super Amigos estão vendo o videoteipe da morte de seu amigo. Fico me perguntando quem estava filmando a cena.


O Super-Homem diz que agora fudeu, que a Legião do Mal viria atrás deles. Mas felizmente o Batman havia sido idiota o suficiente pra mostrar pra eles que aquele Noxium não tava pra brincadeira. O Robin fica puto, mas decide ficar quieto pois tava na hora de pensar em um novo super-herói pra adotá-lo.


Enquanto isso, na base da Legião do Mal, o Lex Luthor está atualizando o contador de vítimas, riscando a foto do Batman. Curioso observar a pose de gazela do Aquaman e o fato de que todos os novos Super Amigos estão lá, com exceção do El Dorado. Provavelmente porque o careca não considera o chicano uma ameaça.


O Espantalho diz que agora tava sussa, pois o Batman era o único herói de verdade ali, todo o restante era de meia tigela. Mas agora ele estava mais preocupado em se arrumar para um encontro com uma boneca de pano, e precisava colocar mais palha na cueca pra causar uma boa impressão.


Luthor ignora os comentários daquele espantador de corvo, e diz que a próxima da lista agora é a Mulher Maravilha. Pois com Lex Luthor não tem essa de feminicídio, as mulheres são as primeiras a baterem as botas.


Vamos agora para a ilha Paraíso, que é de onde veio a Mulher Maravilha...


... e quem aparece lá é a nave Darth Vader da Legião do Mal, pronta pra tocar o zaralho pela vizinhança.


A Ilha Paraíso parece mais uma academia de cross fit só para mulheres, com um porrilhão de amazonas bombadas que vivem a base de whey e clara de ovo, e que não querem a ajuda dos homens machistas da sociedade patriarcal do Ocidente. Mas que ficam todas indefesas ao ver a cabeça do Darth Vader derretendo os seus templos e academias.


Mudamos de cenário de novo... e aí vemos o restante dos Super Amigos, que estão escondidos na caverna secreta do Aquaman. Conhecendo a peça, deve ser um esconderijo de merda, que todo mundo sabe onde fica.


Do nada, a Mulher Maravilha tem um chilique. Na verdade as suas amigas amazonas haviam mandado uma mensagem telepática de Zap-Zap pra pedir ajuda, pois estavam sendo destruídas por um capacete voador gigante. A expressão de surpresa dela parece indicar que ela confundiu "capacete" com outra coisa.


Ela diz que precisa ir, mas o Aquaman tenta impedi-la, pois aquilo era certamente uma cilada da Legião do Mal, até ele que era um trouxa havia percebido. Mas não tinha jeito, ela havia jurado defender a sua terra natal de qualquer ameaça, se teletransportando pra lá. O Aquaman manda ela se fuder então, que já ia avisar os outros Super Amigos pra fazer uma vaquinha pra comprar um caixão.


Lá na ilha, a nave da Legião do Mal continua destruindo tudo. Mas perceba que os putos aproveitaram os quadros do desenho do raio do início do ataque: veja como ele atinge o "nada", onde havia o templo que agora está em ruínas.


Mas a Mulher Maravilha havia chegado, usando seus braceletes de ouro pra rebater os lasers de volta pra nave. Antes tarde do que nunca! Apenas um comentário paralelo, para uma sociedade só de mulheres que odeia os homens, poderiam ter escolhido um formato menos fálico para a torre lá atrás.


Mas aí quem aparece é Cheetah com sua fantasia de oncinha, e que ia mostrar pra Mulher Maravilha que aquela vida de Gracyanne Barbosa era coisa de mulher macho, e que os marmanjos curtem mais as gatinhas.


Sem perder tempo, a felina que mais parece uma figurante de desfile de Carnaval, saca a pedra de Noxium, disparando o raio mortal contra a amazona.


E a Mulher Maravilha cai na cilada, morrendo também... Nem pra usar os braceletes e rebater o raio! Pior de tudo é que ela apareceu na ilha tarde demais para impedir sua destruição e morreu à toa.


Na Bat-Caverna, o Super-Homem surta ao ver que a Mulher Maravilha havia morrido. Pois apenas ela tinha força o suficiente pra aguentar uma noite com ele, mulheres normais eram rasgadas ao meio pela sua Super-Pica. Ali do lado, o Lanterna Verde pensa que nas próximas férias ele tinha que ir pra essa ilha do Paraíso, onde até um merda como ele poderia se dar bem.


O Robin, por sua vez, começa a espernear que nem uma bichinha. Eles estavam fudidos, já era. Primeiro o Batman, agora a Mulher Maravilha. Ele estava desesperado, pois desse jeito todos os Super Amigos iam acabar batendo as botas, e ele não queria morrer virgem.


O Chefe Apache chega ali atrás dele, fala um "Ineshoque" e o Robin se dá conta de que esse problema já está resolvido, pelo menos na porta dos fundos... e que ele vai precisar de uma bóia pra hemorróidas.


Logo chega uma outra chamada de Skype, e era o Perry White, editor chefe do Planeta Diário de Metrópolis. Ele tinha ligado pra falar pro Super-Homem que a Legião do Mal havia invadido o jornal e sequestrado a Lois Lane. Logo a melhor repórter dele, podiam ter raptado aquele cuzão do Clark Kent que ninguém ia sentir falta.


É Super-Homem... fudeu agora. Pegaram a sua namoradinha. E como todo mocinho, ele ia salvá-la. O Homem Gavião diz que era burrada fazer isso, certamente era mais uma cilada da Legião do Mal para usar o Noxium e matá-lo. E Lois nem era tão gostosinha assim, um sujeito com o muque dele conseguiria arrumar uma namorada sem dificuldade.


E por que diabos o Homem Gavião tem o símbolo dos Thunder Cats no peito?

Mas não tem jeito. O Super-Homem fala uma frase de biscoito da sorte, dizendo que se não puder proteger aqueles dependem dele, era melhor morrer mesmo, e se manda. E os demais Super Amigos começam a ver que vai faltar dinheiro pra fazer tanto funeral se continuar desse jeito.


Lá no Planeta Diário, os vilões já tomaram conta da pôrra toda, amarrando Perry e Lois nas cadeiras. Perry diz que ele estava perdendo tempo, pois hoje em dia ninguém lê jornal, e só sabe das notícias pelo Facebook. Podia destruir aquela merda toda que ia ser melhor pra ele, pra faturar a grana do seguro. E Lois Lane lembra que o Super-Homem sempre venceu Luthor, desde a época que ele tinha cabelo.


Mas Luthor manda eles calarem a boca. Agora ele era o fodão com o Noxium, e ele ia ter o prazer de publicar a primeira edição do "Luthor Diário" com a manchete de que o Super-Homem estava morto. E depois disso ele ia pegar a fábrica do Imecap Hair pra ver se conseguiria reflorestar a cabeça, pra parar de escutar essas piadinhas de careca.


Só que ninguém havia percebido que o Super-Homem tava lá do lado, usando sua visão de raio-X pra espiar o que estava acontecendo. Beleza, ele tinha o elemento da surpresa, era só pensar em um bom plano para atacar Luthor e quem sabe destruir o Noxium.


Mas o Super-Tapado decide simplesmente abrir a porta... tem horas que você consegue ser mesmo um merda, Super-Homem.


Luthor nem acredita, tava mais fácil do que roubar doce de uma criança. Hora de disparar o Noxium e acabar com seu arqui-rival de uma vez por todas.


Só que o Homem de Aço faz aquilo que o Batman e a Mulher Maravilha deveriam ter feito: em vez de ficar parado que nem uma estátua e esperando a morte, ele pula pro lado e se desvia do raio mortal.


Usando sua super-velocidade, o Super-Homem corre pra desamarrar Lois Lane. Quanto ao Perry White, ele diz que só vai libertá-lo se der um aumento de salário para o Clark Kent. Perry diz que nem fudendo, que o Clark podia cair duro que ele não se importava.


Tava achando que era piada? Que nada, o filho da puta do Super-Homem só soltou sua namorada, deixando o chefe dela amarrado na cadeira.


Lex Luthor pergunta pro Solomon Grundy o que diabos ele estava fazendo ali parado, que ajudasse um pouco, pôrra. Mas o grandão tava só pensando na morte da bezerra. O careca decide tentar outra vez, disparando mais um raio de Noxium.


Em vez de usar sua velocidade pra se desviar de novo, o Super-Homem tenta bancar o machão, usando sua capa pra se proteger do disparo. Brilhante idéia, Super-Bobo! Como que um pedaço de pano vai segurar um raio de energia?


A capa segura o ataque, mas drena todas as forças, deixando o Super-Homem fraquinho e molenga como o Clark Kent. Hora de fugir.


Perry White, que conseguiu se livrar das cordas, abre a porta da sala de impressão, onde eles podem se esconder. Acho curioso como que é esse escritório, em vez de uma simples plaquinha para indicar uma sala, tem uma puta seta gigantesca.


Solomon Grundy finalmente desiste de pensar na morte da bezerra, pois na verdade ele nem sabe o que é uma bezerra. E decide que é hora de usar sua força pra acabar com o Super-Homem de uma vez por todas.


Só que o filho de Krypton parece ter recuperado suas energias, aparecendo do nada e dando um daqueles típicos abraços por trás no grandão. Acontece que a força é tanta que Solomon Grundy não apenas mostra a língua mas também solta um puta peido, daqueles de borrar a cueca.


Depois de quase estuprar o projeto de Frankenstein, o Super-Homem decide partir pra força bruta, jogando o brutamontes na máquina de corte do jornal. Cara, não precisa ser tão cruel assim!


Mas sabemos que esse desenho é para crianças. Na teoria era pro Solomon Grundy ter sido esquartejado pela máquina picotadora em um banho explosivo de sangue e tripas, mas como aqui o desenho é comportado, ele apenas sai da máquina embalado no meio de um monte de jornais.


Legal, Super-Homem. Só que você não devia ter baixado a guarda pro carecão, que ainda estava com o Noxium. E cujo crânio parece ter inchado.


Usando o resto de suas forças, o Homem de Aço tenta arrancar um painel metálico pra usar como escudo contra o raio da pedra mortal. Vamos ver se aguenta.


Pior que aguenta. Mas Luthor dispara de novo, aproveitando o quadro acima.


E a placa de aço agora sai voando pelos ares. Placa boa pra cacete essa daí, mas não tinha como segurar sempre.


Por sorte, havia uma pilha de jornais ali no canto pra amortecer a sua queda. Mas agora ele não tem nada pra se proteger...


Luthor dispara mais uma vez. E por que diabos eu estou repetindo de novo a mesma imagem?


Dançou. Dessa vez o raio atinge em cheio o Super-Homem, que cai morto. Lois Lane corre pra tentar socorrê-lo, mas é tarde demais. Perry por sua vez lamenta o fato de que os jornais da edição de amanhã estejam todos cobertos de super-baba.


Pois é... Super-Homem morto, mas a vida continua. E agora vamos para uma base da Marinha, onde os Super Amigos restantes estão escutando as orientações do Sargento Tainha. Pra que eles estavam ali, afinal de contas?


Puta que pariu! Pior que só depois de um tempo me dei conta  do erro bizarro de continuidade. Vocês perceberam que o Batman está lá do lado do Robin? Mas ele não estava morto? Ou será que era pegadinha?


Sério... depois perguntam porque eu não levo a sério esses desenhos...

De repente, chega um helicóptero. Será que era a entrega do iFood que eles estavam esperando? Afinal de contas, todo esse tempo se escondendo da Legião do Mal na Bat-Caverna e eles estavam só comendo ração pra morcego, um sanduba viria a calhar.


Não era entrega do lanche, mas tinha sim um presunto. Pois os militares estavam trazendo o caixão do Super-Homem.


O Homem Gavião diz que agora fudeu de vez, pois sem o Super-Homem eles eram um bando de merdas. E vemos que esqueceram de pintar a calça do herói alado, em mais um daqueles erros de continuidade crassos. Ou o Homem Gavião soltou a franga e decidiu ficar só de cuequinha mesmo.


Pra piorar, chega uma chamada a cobrar do Lex Luthor, dizendo que ele é o pica das galáxias agora, o dono do mundo. E que se os Super Amigos não deixassem a Terra em 24 horas, eles iriam ter o mesmo destino fúnebre do Batman, da Mulher Maravilha e do Super-Homem.


Os bandidos aproveitam o momento pra falar com todos os líderes mundiais, dizendo que agora a Legião do Mal é quem manda. O Gafanhoto fica encarregado de dar o recado, pois apesar do nome escroto, ele é o que tem mais credibilidade como bandido, com essa pinta de alienígena.


Já imaginou se fosse o Espantalho quem ficasse responsável por falar com os governos? Ninguém ia levar a sério.

O Aquaman se borra de medo ao ver a cara do Gafanhoto, e se dá conta que é melhor arregar mesmo e se mandar do planeta o mais rápido possível.


E assim eles concordam que a melhor saída é fugir com o rabo entre as pernas, voando pelos ares pra sair da Terra como a Legião do Mal havia ordenado. Que bando de heróis de araque vocês são, caramba!


Mas pôrra? Desde quando o Flash voa?


Enquanto o restante dos Super Amigos se manda pela estratosfera como se fossem foguetes, fico me perguntando para onde diabos eles estavam indo. Tudo bem que a ordem era simplesmente deixar o planeta, mas ir pra onde? Pra Urano ou Plutão?


Pois é... realmente um dia negro para a Terra... Além de três heróis mortos, os demais haviam fugido que nem frangotes assustados, deixando a Legião do Mal mandando em tudo por aqui, com o crime organizado rolando solto que nem na época do PT no governo.


E as coisas saíram tanto de controle que até a polícia se corrompeu, deixando de proteger e servir o cidadão e roubando diamantes. Azar do careca dono da loja, que vai levar um teco no meio do aeroporto de mosquito.


Do outro lado do mundo, Charada e Brainiac estão puxando um monte de fios do computador da Google. Assim eles vão não apenas desviar todo o dinheiro do mundo pra conta bancária da Legião do Mal, mas também substituir todos os vídeos do Youtube pelo clip do Rick Astley.


Já imaginou? Trocentas de milhares de horas de "Never Gonna Give You Up?", era melhor explodir o mundo todo.


Só que não dá. Na ausência de heróis de verdade, o segurança do turno da noite, que chamarei de Juvenal, decide que torturar internautas com músicas dançantes dos anos 80 é demais. E assim ele decide enfrentar os dois vilões, com sua arma que mais parece uma lanterna.


Mas o Charada só ri, pois essa de achar que luz resolve os problemas é babaquice do Freixo. E pra lidar com aqueles guardas, ele tinha um Transformer de quinta categoria que daria jeito nos dois.


Rapidinho o Juvenal e seu amigo são agarrados pelo robô fajuto. Brainiac termina de hackear o computador e só falta apertar o botão pra transferir todo o dinheiro pra poupança da Legião do Mal. Agora sim ele vai ter grana pra comprar um par de calças e não vai ter que andar de cuequinha.


E os bandidos não param. Depois de rapar a toda a bufunfa da Terra, restava apenas invadir a central da NET. Dessa forma, eles tomariam conta das comunicações de todo o mundo, controlando o que as pessoas iam assistir na televisão e ver na Internet.


O Gafanhoto acha o plano de Luthor da hora, como podemos verem sua visível expressão de felicidade. Finalmente ele vai ter o seu canal de televisão, pra transmitir Largados e Pelados 24 horas por dia.


Apesar de ser uma instalação importante, só haviam dois soldadinhos de merda tomando conta, e sem nenhuma arma. Moleza pros bandidos, que usam seus raios pra derreter os dois.


Estou exagerando... Nos Super Amigos não há violência, e o raio apenas os congela que nem estátuas.

Acontece que eles teriam uma surpresinha: os Super Amigos estavam lá na central de telecomunicações. Tá certo, tudo não passava de uma enganação deles, fingindo que haviam fugido do planeta pra pegar a Legião do Mal de calças arriadas. Embora essa turma aí não dê nem pro cheiro.


O Gafanhoto diz que fudeu, pois eles não trouxeram o cristal de Noxium, e eles não são páreo para os heróis. E de quebra ele ainda dá um beliscão na bunda da Cheetah, que fica revoltada com o assédio do zoiudo.


Por sua vez, o Sinestro decide salvar a honra da Legião do Mal, usando o seu anel de força amarela para criar uma gaita-de-foles.


Isso mesmo... Se o Lanterna Verde tem idéias ridículas, o seu arqui-inimigo tem piores.

E é justamente o Lanterna Verde quem decide revidar, usando seu anel pra criar um tacão de baseball gigante pra rebater os raios escoceses amarelos do Sinestro.


Nunca poderia imaginar que eu escreveria uma frase tão ridícula... E menos ainda que o plano esportivo do verdinho deu certo, aprisionando Sinestro e Cheetah.


Logo do lado, Solomon Grundy banca o covarde e vai atacar o mais fraco do grupo, o Menino Prodígio, levantando ele como uma bola de basquete.


Querendo mostrar que as minorias também podem contribuir na luta contra o crime, o Vulcão Negro usa seus raios de eletricidade. Não entendi porque ele teve que fazer essa estupidez de disparar contra a cúpula de um radar em vez de atirar direto nos bandidos, mas deixemos isso de lado.


Até porque bem ou mal o plano do mano deu certo, paralisando Solomon Grundy e o Gafanhoto, que estava ali só de bicão. Com direito ao Robin exclamar um "Santa Voltagem". E me pergunto onde estavam os outros vilões da Legião do Mal.


Então, quem aparece na festa é o Lex Luthor. E o careca estava com o cristal de Noxium com ele, pronto pra acabar com toda a Liga da Justiça, a começar por aquele moleque de cuequinha verde.


O Aquaman xinga o Luthor, dizendo que vai chamar a Maria do Rosário pois matar "di menor" não pode. E o Flash parece que se borrou nas calças, mostrando que a diarréia geralmente é mais rápida que o pensamento.


O bandido careca parte pra limpeza, matando todos os Super Amigos com o raio do Noxium. Fico questionando por que o Flash, sendo tão rápido como ele é, não deu no pé em vez de ficar parado que nem um bocó. Talvez por conta da cueca cagada.


É gente... não sobrou ninguém. Todos os heróis bateram as botas. Vamos ter que chamar os Super Gêmeos agora pra nos defender. Ou o Chapolin Colorado.


Luthor se sente o máximo. Finalmente ele vai poder conquistar o mundo e ninguém vai detê-lo. Com a sensação de dever cumprido, ele diz para seus lacaios que não precisa mais do Noxium, já que todos os Super Amigos estão mortos, jogando a pedra fora.


Na boa... Tudo bem que sem nenhum outro super-herói não faria muito sentido manter essa pedra. Mas vai que aparecesse algum novo Super Amigo? Lembra que ninguém deu cabo no El Dorado ainda, por mais que ele seja um merdel, ainda pode dar trabalho. E tinham ainda os Super Gêmeos. Na minha opinião, foi burrice do careca jogar o Noxium no esgoto.


Algum tempo depois, no sistema de esgoto da cidade, um sujeito que parece um daqueles babacas do Povo da Areia do Star Wars é visto com um detector de metais. Provavelmente pra ver se acha alguns trocados que as pessoas jogaram pela privada.


Só que o misterioso mascarado não estava procurando moedinhas... mas sim a pedra de Noxium. Tá vendo, Luthor? Pode apostar que você vai se fuder, devia ter guardado essa pedra contigo, seu careca de merda.

Saindo do esgoto, o sujeito saca um morteiro feito de tubo de papelão e joga a pedra de Noxium lá dentro, pra disparar aquela pôrra lá pra puta que pariu.


No dia seguinte, a Legião do Mal estava em Washington, pra começar o seu governo democrático do mundo inteiro. Afinal de contas, como vemos nos filmes de alienígenas, basta você dominar Washington que o mundo será conquistado.


Luthor está presidindo a sessão do Senado do Mal com todos os seus amigos vilões, para exigir de todos os governantes ali presentes que dividam suas riquezas com eles. Tudo isso em uma proporção extremamente justa, fifty-fifty.


Os governantes ali presentes, em uma fraterna demonstração de igualdade racial, dizem que não dá pra se sustentar com metade da renda. Pois todo mundo tem que bancar seus servidores públicos, pagando pra que eles não façam nada.


Luthor diz que ele é um líder misericordioso, e por conta desse pedido humilde ele sugere uma divisão mais justa, com tudo pra ele e pra Legião do Mal e que se fodam os países.


Chega então mais um lote de governantes de nações pobres, e Luthor já começa a se arrepender de ficar escutando todos eles. Seria tão mais fácil implementar uma solução democrática como fizeram na Venezuela...


Acontece que um daqueles líderes mundiais começa a falar grosso, que iam acabar com a Legião do Mal de uma vez por todas. O sujeito teria mais credibilidade, se ele não estivesse acompanhado de uma loira burra que parece que reprovou no psicotécnico.


Mas como? Eram máscaras, pelo menos mais bem feitas do que aquelas que os bandidos usaram lá no início do post. E como assim, eram o Super-Homem e a Mulher Maravilha?


Luthor se caga nas calças. Pombas, tavam de sacanagem com ele? Os Super Amigos estavam mortos, desde quando assombração podiam aparecer, aquele não era o desenho dos Caça-Fantasmas.


Todos eles estão lá. Inclusive o Aquaman e o Lanterna Verde, para a infelicidade dos Super Amigos, que poderiam ter aproveitado a oportunidade pra se livrarem deles.


Começa então a peleja, pois um desenhos de heróis e vilões não estaria completo se eles não saíssem na porrada. Logicamente com direito aos bandidos abusando das idéias mais toscas possíveis. Como a Cheetah, que diz que vai jogar o mundo nas fuças da Mulher Maravilha.


Acontece que a amazona está acostumada a jogar como beque no futebol de fim de semana, e dá um bico no globo, isolando ele pra escanteio.


E aí ela usa o laço mágico, que dá uma de Mr. M e se transforma numa jaula pra aprisionar a capanga.


Do outro lado, o Batman cerca o Charada, pra enchê-lo de porrada. Mas o piadista dá uma gargalhada, perguntando pro Homem Morcego como que o português faz pra caçar coelhos.


E responde que "se esconde e faz som de cenoura"... Mas a piada escrota do Charada tinha um motivo, que era fazer um coelho sair da cartola. Foi só falar do Mr. M e começaram a fazer truques de mágica aqui.


Só que o coelho tá cheio de bomba e se transforma num mega monstro orelhudo. Como daquela vez que o Pernalonga tomou a fórmula do Dr. Jekyll.


Peraí, foi o Piu-Piu na verdade...


Mas chega de misturar Warner Bros com Hanna Barbera. Batman diz que foi um bom truque, mas ele também conhece algumas artimanhas, que envolvem o seu patenteado bat-bumerangue, que bat-vai e bat-volta.


E com o bumerangue o Batman consegue surrupiar a varinha mágica do Charada. Não sei o que é mais tosco, o fato do vilão ser um mão-mole ao soltar a varinha com tanta facilidade ou o bumerangue conseguir segurá-la.


Em dois tempos, o Homem Morcego faz o coelhão desaparecer e dispara um raio pra fritar o Charada que nem uma batata frita.


Só que não... pois para cada plano estúpido dos bandidos, os Super Amigos reagem de uma forma inofensiva e engraçadinha, reduzindo o vilão ao tamanho de um rato e prendendo ele na cartola. Comprovando que eles não passam de um bando de paspalhos. Com direito a uma piadinha do Batman, dizendo que aquele chapéu era do tamanho certo pro Charada.


Pra comprovar a minha teoria de que os Super Amigos são um bando de merdas, é só ver o que acontece logo em seguida: de um lado, um super-herói fortão, mais rápido que uma bala e capaz de voar; do outro, um careca qualquer vestido como uma alegoria da Mangueira. E basta esse careca apertar um botão pro Super-Homem cair que nem um saco de batata num alçapão.


O problema é que o Luthor também é uma besta... Pois ali era o porão onde ele estava guardando toda a grana que havia roubado. O Super-Homem fica todo putinho, pois aquilo ali era roubalheira pior que do PT, e ia ensinar ao Lex Luthor que o crime não compensa.


Usando a sua super-força, ele consegue voar pelo piso, pegando o careca pelo colarinho. Ele estava cansando de ser bonzinho, tava na hora de dar cabo daquele cabeça-de-ovo de uma vez por todas.


Você acreditou? Bem que o Super-Homem podia arrancar a cabeça do Luthor e chutar lá pra casa do chaéu. Era o que eu faria. Mas em vez disso, ele chama seu parça Lanterna Verde pra usar ser anel de força para a tosqueira final.


Isso mesmo... transformando Luthor em uma nota de 1000 dólares. Pela madrugada... ao menos o vilão vale alguma coisa.


Lex Luthor se desespera. Pois não era possível, ele tinha visto os Super Amigos serem mortos. Aquilo era uma puta duma trapaça, só pra eles não ganharem. Ou talvez tinha sido um erro de continuidade.


Eles explicam que na verdade aquelas eram duplicatas dos Super Amigos, que haviam sido programadas para serem derrotadas, enquanto os verdadeiros estavam escondidos em uma estação espacial secreta. Tudo isso pra fazer com que a Legião do Mal acreditasse que seu plano estava dando certo.


Duplicatas... que explicação barata... Usaram de um plano estilo Street Fighter de rodoviária, muito escroto isso.


De quebra, o Chefe Apache aparece com aquela roupa de radiação, dizendo que eles sabiam que Luthor ia se livrar do Noxium depois de matar todos os Super Amigos. E aí foi papel dele ser o salvador da pátria, encontrando o cristal e mandando ele pro espaço.


Herói coisa nenhuma, Chefe Apache. Os outros Super Amigos mandaram você fazer o trabalho sujo só porque você é um índio. Se a roupa estivesse furada e permitisse a radiação mortal atingi-lo, seria apenas mais um pele-vermelha a se sacrificar pelo homem branco.


Enfim, o desenho termina, com heróis e vilões reunidos, com direito a piadinha final do Homem de Aço, dizendo que agora que a Legião do Mal estava presa, os Super Amigos poderia finalmente descansar em paz.


E corta! Fim de papo, a galera toda tá liberada da gravação de mais um episódio, e agora é hora de relaxar, curtindo um churrasgato de filé miau na laje.

Mais uma vez os Super Amigos se superaram. Eu fico me perguntando como era a cabeça das pessoas nessa época, a ponto de pegarem super-heróis icônicos e colocá-los em situações tão toscas como essas. Já disse isso e repito, na minha opinião esses desenhos acabaram com a reputação de muitos desses personagens, tornando-os piadas.


Tá... vamos combinar que não era tão pior como o que fizeram com o Batman na série de TV...
Terima kasih karena telah membaca berita tentang https://ift.tt/2UOiqVv, jika berkenan silahkan baca berita lainnya di website kami.
Silahkan berkomentar
  • Blogger Berkomentar dengan Blogger
  • Facebook Berkomentar dengan Facebook
  • Disqus Berkomentar dengan Disqus

No comments :