Mobil

[Automobile][threecolumns]

Motor

[Automobile][list]

Kapal

[Automobile][threecolumns]

Pesawat

[Automobile][list]

Kereta

[Automobile][twocolumns]

Mesin

[Automobile][bleft]

Robot

[Automobile][list]

Thursday, July 4, 2019

Bandeirinha Safada

Silahkan membaca berita terbaru tentang otomotif berjudul Bandeirinha Safada di website Batlax Auto.
Eu sei que vão me chamar de apelão por estar fazendo essa postagem. Afinal de contas, trata-se de um assunto irrelevante e que na verdade aconteceu há meses, mas que por algum motivo acabou aparecendo mais nas redes sociais ultimamente. De qualquer forma, apesar de ser mais uma daquelas postagens "ratoeira", só pra atrair os ratos meladores de cueca, é algo que eu achei curioso de comentar.


Hoje em dia temos o feminismo em alta. Nada contra, eu acho essa causa muito válida, mas desde que ela seja promovida da forma como deve ser: igualdade de direitos e de deveres, sem favorecimento ao sexo feminino e sem revanchismo. Fato é que na prática o "feminismo" defendido por muitas mulheres está longe disso, em que elas promovem uma postura muito mais revoltada, quase como se enxergassem os homens como inimigos, e muitas vezes adotando uma postura hipócrita de lutar por mais direitos às mulheres, indo contra a temática de igualdade de gêneros que o feminismo de verdade defende.

Mas, já falei muito sobre isso... meu objetivo aqui não é fazer mais um testamento destacando as incoerências e tosqueiras do discurso femi-nazi. O foco aqui é mais light.

Um fato incontestável é que as mulheres estão cada vez mais atuando em carreiras e profissões que eram exclusivamente masculinas. Digo de novo, eu acho isso legal, acredito que cada um pode fazer o que quiser. Claro que temos que ser um pouco frios e sensatos, entendendo que existem certas profissões que são tipicamente masculinas, assim como existem outras que são geralmente femininas. Não por uma questão de machismo, mas simplesmente por razões mais inocentes e simples, associadas a questões genéticas e mesmo sociais.

Por exemplo, dificilmente você verá uma peoa de obras. Não que seja impossível (embora acredito que pouquíssimas mulheres iam querer), mas trata-se de uma profissão que exige muito da força física, e acredito ser bem compreensível que as mulheres em geral possuem uma musculatura menos desenvolvida que os homens, por uma questão genética.

Tá, com exceção das bombadas como a Gracyanne Barbosa...


Puta merda! Isso aí não é barriga tanquinho, tá mais pra tanque de guerra, pôrra! Falou em tanque, com a palavra o Panzer of the Lake...


Eu sei que pego muito no pé dela. Mas, me desculpem. Eu não acho isso natural. Não consigo entender como tem home que acha essa mulher muito gata, tem mais músculos que o Schwarzenegger quando ele fez o Conan. Ela tem um corpo masculino, e que chega a ser feio, com todas essas veias saltando. 

Enfim... Mas voltemos à questão principal: as mulheres estão cada vez mais ingressando em profissões que eram praticadas apenas por homens. Dentre elas, temos árbitras e bandeirinhas de futebol.


Falou de bandeirinha, me lembro daquela desclassificada que fudeu com o Botafogo naquele campeonato. Pior que a pilantra ficou tão famosa com isso, sendo até convidada pra posar pelada pra Playboy, depois de uma atuação pífia como aquela. E antes que me acusem de ser machista, não digo que ela era ruim por ser mulher. ela era ruim pois era muito ruim mesmo. 

Apesar de sua fama torta, ela foi sem dúvida uma das primeiras e que incentivou muitas mulheres a enfrentarem os marmanjos, indo para a beira do campo pra marcar impedimento e escanteio. É cada vez mais comum vermos mulheres apitando jogos de futebol, e não apenas em campeonatos femininos. Dentre essas muitas auxiliares de linha, apresento a Denise Bueno, que motivou essa postagem.


Tá, vamos admitir que a mulher é muito linda. E que aquela bola de futebol não podia estar em lugar pior...

Ela era uma das muitas garotas que ganhou fama ao participar de um daqueles concursos promovidos pela rede do Plim-Plim, tipo Gata do Brasileirão, aquelas invenções da Globo pra atrair cliques dos marmanjos, babando por loiras e morenas de corpos esculturais desfilando com as camisas de times de futebol. Denise participou do concurso do campeonato paulista do ano de 2012, representando o time do Linense, e ficou com a medalha de prata. Bom, se a "carreira" da campeã de uma competição como essa é algo irrelevante, imagina então para a segunda colocada?


E mais uma vez tem uma bola atrapalhando a vista...

Enfim... diferentemente de muitas das garotas que participam desses concursos, que pouco entendem de futebol e vestem o uniforme de um clube só como tentativa pra emplacar a carreira de modelo, Denise aparentemente tomou gosto pelo esporte, fazendo curso de arbitragem e logo "passou na prova", podendo participar de jogos de futebol. Claro que o começo na carreira é mais modesto, não espere que ela venha a apitar o jogo de seu time na Série A ou B ainda, pois por ser iniciante ela está começando em jogos de várzea em São Paulo.

Mas mesmo assim ela conseguiu atrair os holofotes... ou será que poderia dizer "faróis"?


Pois é... aparentemente o uniforme dos árbitros é uma camiseta branca, provavelmente daquelas da Hering, mostrando como é o nível dos recursos nos jogos de futebol dessa categoria. E a garota decidiu que era uma boa idéia deixar o sutiã no armário.

Não bastasse ter dispensado o suporte mamário, ela ainda achou que era totalmente adequado molhar a sua blusa, para se refrescar durante a partida. Aí você já pode imaginar os resultados da combinação de tecido branco mais H2O sobre um par de peitos de respeito.


Nem precisa dizer que explodiu na Internet...

Admito que eu estou contribuindo para aumentar a fama da moça. E que também essa postagem tem um pouquinho de oportunismo, pois sei que teve ter um monte de marmanjo que descasca a banana pra qualquer coisa, e na hora de buscar alguma garota para tal "homenagem" vão acabar caindo por aqui e dando mais algumas visitas no contador. Apelativo, eu sei; mas ninguém acha errado quando o Fantástico fica anunciando aquela matéria que todo mundo quer ver e só mostra no final, pra forçar que os telespectadores acompanhem todo o programa e com isso alavanquem a audiência.

A diferença é que enquanto programas desses agem com interesses mesmo de ganhar mais dinheiro, eu só faço isso de sacanagem mesmo... só pra ver como tem sujeito bobo que cai nessas coisas.


De qualquer forma, eu até gostaria de aproveitar esse episódio pra discursar um pouquinho sobre essas questões de empoderamento das mulheres e feminismo.

Como eu escrevi lá em cima, as mulheres buscam cada vez mais ingressar em carreiras e profissões que eram exclusivamente masculinas. E digo de novo, não acho nada de errado nisso, considero perfeitamente válido que mulheres façam o que quiserem, logicamente com um mínimo de noção e bom senso. Afinal de contas, existem profissões que tendem a ser mais masculinas ou femininas...

Aí temos um caso desses, em que a garota deseja trabalhar com arbitragem em futebol. Tudo bem, sem problemas... Só que ela acaba sendo reconhecida muito mais pela sua aparência e pelo episódio da camiseta molhada.

Nessas horas, provavelmente vai aparecer um monte de feminazis me xingando, dizendo que esse tipo de coisa é por conta da sociedade patriarcal e machista, tudo culpa dos homens que são uns tarados e ficam babando que nem cachorros por conta da mulher. Como muitos dos jogadores da partida.


Fico pensando no sujeito de preto, abaixado ali na frente, o que ele teve que se explicar pra esposa ou namorada, depois da foto flagrar essa virada descarada pra trás para ver os mamilos da Denise.

Tudo bem, não vamos ser hipócritas... Sabemos muito bem que existem algumas coisas que são difíceis de resistir para nós, representantes do sexo masculino. Como camiseta molhada. Sei lá, acho que é por conta da dualidade que está associada ao fenômeno da blusa encharcada, que ao mesmo tempo esconde mas também mostra.


Filosófico, não? Quase como a teoria do gato de Schrodinger...

Só que aí eu fico me perguntando sobre toda essa situação, que me parece muito suspeita por conta de diversos aspectos. Primeiro, qual é a razão para ela ter ficado sem sutiã? Não sei, pelo o que eu entendo da mecânica peitoral das mulheres, não parece ser algo muito prudente ou confortável praticar uma atividade física, como correr pra lá e pra cá com uma bandeirinha na mão, com os seios soltos, sem nenhum tipo de suporte.

A não ser que a mulher seja lisa como uma tábua de passar roupa ou se seus peitos forem rígidos que nem rocha, provavelmente por conta de silicone...

Mulheres, me corrijam se eu estiver errado. Mas eu penso que faz mais sentido suportar os magumbos do que deixá-los soltos, pulando pra todos os lados.


Bom, imaginemos que eu esteja falando bobeira, que não seja nada disso, que é totalmente normal uma mulher praticar esportes sem sutiã. Em segundo lugar, o que será que ela estava pensando ao molhar sua própria camiseta? Qual era a intenção dela em derramar água deliberadamente sobre seus montes?

Podem vir diferentes opiniões. Tipo, alguém pode dizer que estava muito calor, e ela queria se refrescar. Ou que Denise foi tapeada pelo gargalo da garrafa, derramando água sem querer sobre seu corpo. Podem arrumar qualquer explicação, mas eu não consigo acreditar que ela não tinha idéia de que seus peitos ficariam expostos debaixo da camiseta molhada, ainda mais sabendo que estava sem sutiã.


Fala sério... ninguém é tão inocente assim...

Na minha humilde opinião, eu acho que tudo isso não passou de uma jogada de "marketing pessoal" promovida pela própria Denise. Por mais que ela seja uma garota bonita e chame a atenção pelo fato de ser bandeirinha, já tem um porrilhão de outras mulheres fazendo a mesma coisa. Já faz tempo que isso era novidade. E se formos considerar o quesito beleza, diria que tem muitas que são mais atraentes do que Denise.


Diante disso, como aparecer na mídia? Como conquistar fama?

Algumas bandeirinhas conseguiram isso por conta de episódios que chamaram a atenção na mídia. Volto ao exemplo daquela escrota que fudeu o Botafogo alguns anos atrás: a repercussão desse erro de marcação dela a colocou em evidência, fez com que ela aparecesse na mídia. E logicamente ela capitalizou em cima disso, incluindo nessa jogada o ensaio nu que ela fez. A própria loira acima, da qual falei nessa postagem, também ganhou seus cinco minutos de fama graças a um erro que prejudicou o Cruzeiro.

Agora, uma coisa é errar contra um Botafogo ou Cruzeiro; por sua vez, errar em uma eletrizante partida entre Favela e Galo de Ouro, que ninguém liga.


Sim, esses são dois times amadores de torneios de futebol de várzea de São Paulo.

Atuando em um torneio com menos expressão do que campeonato de bocha, dificilmente Denise iria aparecer. Poderia errar um impedimento por quinze metros, ela não iria se tornar notícia nas páginas esportivas. Sem opção, ela provavelmente decidiu usar seus dotes peitorais para isso, pois seriam maiores as chances dela ficar em evidência. Como de fato ocorreu: afinal a notícia que colocou seu nome em evidência foi motivada pela transparência de sua blusa.

O curioso é que Denise não gostou muito do título que ganhou de "bandeirinha sexy", e que prefere ser reconhecida como profissional.

Tudo bem, minha filha. Mas a partir do momento em que você arruma uma blusinha decotada e "esquece" de botar o sutiã, e depois molha seu corpo de propósito pra deixar a roupa transparente, a impressão que dá é que profissionalismo tá longe de ser a sua prioridade.


Com todo o respeito à sua colega de linha, mas compare a Denise com a outra bandeirinha ao lado. Tá, não podemos ignorar o fato de que ela está fora de forma, e fazer um comparativo entre as duas seria meio injusto. Mas vou pela seguinte linha: compare os uniformes das duas e veja como Denise fez questão de usar uma blusa decotada, diferente dos demais. O mesmo vale para os shorts, ela deve ter escolhido o tamanho mini pra mostrar mais as suas coxas.

Sem falar que a outra auxiliar provavelmente não se "esqueceu" de colocar o sutiã. E não precisou molhar a sua camisa. Mesmo que estivesse fazendo um calor do cão ela no mínimo estaria com a blusa encharcada de suor, principalmente se levarmos em conta que gordo transpira muito mais.

A não ser que ela tenha ficado parada durante todo o jogo, o que eu não imagino. Afinal, se um bandeirinha fica parado na linha, certamente levaria um esporro do juiz. Se bem que esse árbitro aí tem a maior cara de mané, que deve ser um frouxo até pra mostrar cartão amarelo.

Enfim, o que eu penso é que essa Denise armou todo esse episódio para justamente chamar a atenção para si. Tudo não deve ter passado de oportunismo barato pra aparecer. Ela pode até curtir futebol e ser uma boa profissional do apito (ou melhor, da bandeira), mas pra mim ela apelou ao usar os seus peitos como forma de ficar mais conhecida.


Empoderamento feminino, sei... Errado é quando os homens admiram uma mulher bonita, mas não tem nenhum problema quando uma mulher faz uso dos seus dotes físicos para levar vantagem e aparecer...
Terima kasih karena telah membaca berita tentang https://ift.tt/2XqUM75, jika berkenan silahkan baca berita lainnya di website kami.
Silahkan berkomentar
  • Blogger Berkomentar dengan Blogger
  • Facebook Berkomentar dengan Facebook
  • Disqus Berkomentar dengan Disqus

No comments :